bolas de sabão


Ao principio é sempre óptimo estar de férias, poder acordar tarde, não ter um tempo tão limitado para fazer trabalhos de casa… Mas a certa altura começam a surgir as tais “secas”, não existem ocupações! Decidi então dar uma arrumação ao meu quarto, visto que há algum tempo que não o fazia. Arrumei livros, deitei fora pequenos papéis rascunhados e organizei as minhas gavetas. Chegou então a altura de arrumar a “caixa das borboletas”. Estava cheia de testes, pequenas recordações, lápis, canetas… estive longos minutos a tentar dar um jeitinho a tal caixa, até que encontrei aquele pequeno recipiente que fazia as tais bolas de sabão, com as quais eu tanto brincava durante a minha infância. Peguei no tal recipiente cilíndrico e fui até à varanda fazer as pequenas bolinhas de sabão. Em cada uma delas podia ver sorrisos, birras, disparates, gargalhadas… Toda a minha infância reflectida em pequenas bolas transparentes levadas pelo vento e iluminadas pelo sol. Era uma criança tão feliz! E devo-o à minha família que sempre me deu todo o apoio e todo carinho. Tudo o que sou hoje é graças a eles.
OBRIGADA!
Bianca Correia

4 comentários:

  1. óhh, que texto tão bonito (:
    e a fotografia é adoravél *.*

    ResponderExcluir
  2. eu é que AMO o teu blog, e a ti também $:
    és inrresistível, bianca :p

    ResponderExcluir
  3. concordo, a imagem é muita fofinha :D ahah

    ResponderExcluir

As tuas palavras serão como um doce ♥