Agosto


Foram 31 dias de tudo e de nada, de esperança e indecisão, de ansiedade e desilusão.

Foi suficiente? Não, não foi.

Talvez a culpa tenha sido minha, ou tua, ou provavelmente de nenhum de nós. Talvez tenha faltado oportunidade, talvez o que ainda está para acontecer aconteça de uma maneira diferente daquela que idealizamos.

Apenas demos prazos para as coisas acontecerem, insistimos tanto no assunto que acabámos por não fazer nada do que prevíamos.

Mas isto não tem de ser planeado. Não quero que nos obriguemos a nada, o que temos de fazer é apenas criar condições e espaço para dar o passo que há tanto está adiado. Mas agora que estou aqui sozinha acompanhada apenas pelo meu subconsciente, pergunto-me se esse passo será em frente? Pergunto-me se não iremos voltar ao mesmo… Não é isso que quero claro que não, mas se não for eu nem tu a fazer o tem de ser feito quem o irá fazer por nós?

Bianca Correia

6 comentários:

  1. escreves mesmo bem $:
    vou-te seguir.

    ResponderExcluir
  2. é mesmo :) por vezes fazem-nos perceber o pq de aconteçer coisas menos boas.

    ResponderExcluir
  3. ninguém , além de vc's dois ... Continue firme e irá dar tudo certo.Seguindo aki , A.M.E.I!

    ResponderExcluir

As tuas palavras serão como um doce ♥